Aumentar o tamanho da fonte Diminuir o tamanho da fonte Resetar o tamanho da fonte
Ir para a primeira página Dúvidas frequentes

Enem 2016 - Passo a passo > Atendimento especializado/específico

ATENDIMENTO ESPECIALIZADO/ESPECÍFICO


O Inep empenha-se na oferta de serviços profissionais especializados e de recursos de acessibilidade aos Participantes do Enem. Assim, o Inep disponibiliza atendimento especializado e específico para:

Autismo

Baixa visão

Cegueira

Deficiência auditiva

Deficiência física

Deficiência intelectual

Déficit de atenção

Discalculia

Dislexia

Gestantes e lactantes

Idoso

Surdez

Surdocegueira

Visão Monocular

A medida visa garantir aos Participantes equidade, autonomia e segurança na hora da prova. A disponibilização de outros recursos eventualmente necessários será assegurada após atestação e conforme o princípio da razoabilidade.

Recursos que o Inep oferece:

1. Prova em Braille: prova transcrita segundo um código em relevo, destinado a pessoas que se declararam cegas.

2. Prova ampliada: prova impressa com fonte de tamanho 18 e com imagens ampliadas para facilitar a leitura por parte de pessoas com deficiência visual.

3. Prova superampliada: prova impressa com fonte de tamanho 24 e com imagens ampliadas para facilitar a leitura por parte de pessoas com deficiência visual.

4. Tradutor-intérprete de Libras: profissional capacitado para usar a Língua Brasileira de Sinais no atendimento de pessoas com deficiência auditiva ou surda, habilitado para mediar a comunicação entre surdos e ouvintes e, no ato da prova, esclarecer dúvidas dos usuários de Libras na leitura de palavras, expressões e orações escritas em Língua Portuguesa. Os profissionais que auxiliam Participantes com surdez devem atuar em dupla.

5. Leitura labial: profissional capacitado na comunicação oral de pessoas com deficiência auditiva ou surda, cujo serviço destina-se a pessoas com deficiência auditiva que não desejam a comunicação por meio de Libras e que se vale de técnicas de interpretação e da leitura dos movimentos labiais. Este atendimento deve ser prestado por tradutores-intérpretes de leitura labial ou por profissionais que conheçam as necessidades das pessoas com deficiência auditiva. Os profissionais que prestam serviço de leitura labial devem atuar em dupla.

6. Auxílio ledor: profissional capacitado para realizar a leitura de textos e descrição de imagens, cujo serviço destina-se a pessoas com deficiência visual, deficiência intelectual, autismo, déficit de atenção ou dislexia. Os ledores atuam em duplas e prestam serviço individualizado. Também podem atuar como transcritores.

7. Auxílio para transcrição: profissional capacitado para transcrever as respostas das provas objetivas e a redação, cujo serviço destina-se a pessoas impossibilitadas de escrever ou de preencher o Cartão-Resposta. Os transcritores prestam atendimento individualizado.

8. Guia-intérprete: profissional capacitado no atendimento de pessoas com surdocegueira, cujo serviço envolve formas de comunicação e técnicas de guia, tradução e interpretação para mediar a interação entre as pessoas com surdocegueira, a prova e os demais envolvidos na aplicação do Exame. Guias-intérpretes atuam em dupla e prestam serviço individualizado.

9. Mobiliário acessível: mesas, cadeiras ou carteiras que garantam a realização das provas com conforto e segurança.

10. Sala de fácil acesso: sala de prova com acesso facilitado a pessoas com mobilidade reduzida.

11. Sala para amamentação: A participante lactante que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá, obrigatoriamente, levar um acompanhante adulto nos dias de aplicação do Exame, que ficará em sala reservada, sendo responsável pela guarda do lactente (a criança) durante a realização das provas, conforme o item 2.3.1 do edital do Enem.

12. Classe hospitalar: é considerado Participante em situação de classe hospitalar aquele cujo processo formal de escolarização se dá no interior de instituição hospitalar ou afim, na condição de estudante internado para tratamento de saúde. Não se caracteriza como Participante em situação de classe hospitalar aquele que, na data do Exame, estiver internado para realizar partos, cirurgias ou tratamentos esporádicos, bem como pessoas que trabalham na área hospitalar.

13. Sabatistas: Participante que informou a opção “Guardador de sábado por convicção religiosa” deverá comparecer ao seu local de realização do Exame às 12h00min (horário oficial de Brasília-DF) e aguardar, em sala de provas, para iniciar as provas do primeiro dia, às 19h00min, horário oficial de Brasília-DF, EXCETO para o PARTICIPANTE que realizará as provas nos estados de Roraima, Rondônia, Amazonas, Acre, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul que deverá aguardar, até às 19h00min, horário local.